Carlos Eduardo Cachorrão voltou ao circuito internacional de lutas de forma triunfal. Disputando uma das lutas principais do M1- Challenge 75 (um dos principais eventos de MMA da Europa), o cearense levou a melhor sobre o ucraniano Boris Polejay. Após três rounds, Big Dog foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes, no duelo realizado nesta sexta-feira, 3, no estádio Olímpico, em Moscou, na Rússia.

Essa foi a 4ª vitória seguida de Cachorrão no MMA profissional. Antes, ele havia batido Kléber Orgulho, Willyanedson Paiva e Júlio Morangão – todas por finalização. Contra Polejay, o cearense fez prevalecer o seu jiu-jitsu refinado (como faixa-preta que é) e venceu com sobras o 1º e o 3º round, com amplo domínio na luta de solo, mostrando um repertório variado de posições (entre mata-leão e chave de braço), obrigando o adversário a mostrar toda a sua força para resistir às investidas.

Nos minutos finais, Cachorrão esteve muito próximo de confirmar a vitória por nocaute, quando estava por cima do adversário, desferindo socos. Mas o ucraniano soube suportar a pressão, levando a luta para a decisão dos juízes. Não deu outra: os três árbitros deram vitória para o cearense.

Aos 35 anos, Carlos Eduardo Cachorrão, que já enfrentou Jon Jones e fez três lutas no Bellator, que já foi campeão do Shooto Brasil e lutou no Bellator, tem um cartel de 15 vitórias e 4 derrotas.

 

Fonte: http://blog.opovo.com.br